booked.net

Médico é preso em flagrante por importunação sexual em Guajará-AM

O delegado de polícia, Adanilson Carlos, informou que uma investigação está em andamento para apurar os fatos e identificar outras possíveis vítimas do suspeito.

Compartilhe:

Redação Juruá Online

Um médico foi preso em flagrante sob suspeita de importunação sexual contra uma paciente durante uma consulta em uma unidade de saúde no município de Guajará, Amazonas. A identidade do suspeito não foi revelada.

De acordo com o depoimento da vítima à Polícia Civil, a consulta transcorria normalmente até que ela se sentiu constrangida com a atitude do médico. Sentindo-se violada, a paciente procurou ajuda na Delegacia da região, que representou por diversas medidas cautelares decorrentes da prisão, incluindo o afastamento do médico do seu local de trabalho.

O delegado de polícia, Adanilson Carlos, informou que uma investigação está em andamento para apurar os fatos e identificar outras possíveis vítimas do suspeito.

A importunação sexual é um crime definido pela lei sancionada em 24 de setembro de 2018, que acrescentou o artigo 215-A ao Código Penal. A lei especifica que praticar ato libidinoso contra alguém sem o seu consentimento é crime, com pena prevista de reclusão de um a cinco anos.

Compartilhe:

LEIA MAIS

Rolar para cima