Juruá Online

Variedades

Longo diz que exigências do Detran podem extinguir despachantes

O deputado Pedro Longo (PV) fez nesta terça-feira (1) apelo ao Detran do Acre sobre a situação dos despachantes, objeto de indicação para solução de problemas feita pelo parlamentar. 

De acordo com Longo, que já foi diretor-presidente da autarquia no Estado, os despachantes representam 70% dos atendimentos no Detran. “Os servidores preferem trabalhar com a categoria porque os documentos já mandam adequados, facilitando a operação administrativa e burocrática”, explicou. 

O parlamentar enfatiza que os despachantes são credenciados pelo órgão e que somente uma concessionária faz 500 emplacamentos ao mês em Rio Branco. “Se 500 clientes tivessem de ir ao Detran em plena pandemia –e é isso que pode acontecer”, diz o deputado ao criticar a exigência de procuração oficial, com assinatura presencial no cartório, que o Detran vem fazendo para representação do cliente. 

 

“O dia a dia dos trabalhos é feito por procuração simples”, explica Longo. “Ora, se eu tenho de ir no cartório eu vou direto ao Detran. Na prática isso significa extinguir uma categoria”, critica o deputado do PV. “Não há a menor necessidade de que isso ocorra. Nossos despachantes e autoescolas são formados por homens e mulheres sérios. Que a diretoria do Detran suste imediatamente essa exigência”, pediu.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA