Juruá Online

Variedades

Forças Armadas devem 'se manter apartidárias', defende Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (13), em uma postagem nas redes sociais, que as Forças Armadas devem "se manter apartidárias" e "sob a autoridade suprema do Presidente da República”.

A manifestação de Bolsonaro surge após o comandante do Exército, general Edson Pujol, defender que os militares da ativa não querem fazer parte da política.

"Não queremos fazer parte da política governamental ou do Congresso Nacional, e muito menos queremos que a política entre no nossos quartéis", afirmou Pujol em uma live na quinta-feira (12), um dia após Bolsonaro dizer, em indireta a Joe Biden, que "quando acaba a saliva, tem que ter pólvora".

"A afirmação do General Edson Leal Pujol (escolhido por mim para Comandante do Exército), que 'militares não querem fazer parte da política', vem exatamente ao encontro do que penso sobre o papel das Forças Armadas no cenário nacional", completou o presidente. Ele ainda classificou as Forças Armadas como "o maior sustentáculo e garantidores da Democracia e da Liberdade".

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA