Image
Image
Image
Image
Image


    #

    Polícia

    Adolescente encontrado em rio não tem envolvimento com facções, diz polícia

    A Polícia Civil de Cruzeiro do Sul, através da Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher e ao Menor (Deam), deu início as investigações da tentativa de homicídio registrada na noite da última segunda-feira (21), no porto do bairro da Várzea em Cruzeiro do Sul, onde o jovem de 14 anos foi atingido com 14 facadas e jogado de um barranco de 05 metros nas margens do Rio Juruá.

    Segundo o delegado responsável pela investigação, Alexnaldo Batista, após ouvir testemunhas e a vítima foi constatado que o adolescente não participava de organizações criminosas.

    “Houve uma falsa informação de que esse menor era integrante de uma facção criminosa rival a desses criminosos. Eles atraíram o adolescente para aquele local, o renderam, tiraram foto de, fizeram um julgamento sumário, e decretaram sua morte. No momento que ele tentou explicar que não tinha nenhum envolvimento foi brutalmente atacado com as facadas. Ele ficou desde a noite até a manhã do dia seguinte agonizando e com medo de pedir o socorro e ser morto”, explicou o delegado.

    Segundo batista, o jovem relatou que os criminosos chegaram a filar todo ato criminosos, e realizaram um julgamento antes de tentar o homicídio.

    “Infelizmente ele não conhece as pessoas que o agrediram, foi para lá atraído por uma conversa de amigos. Eram três criminosos, um com arma de fogo e os outros dois com faca, e todas as agressões foram filmadas. Essas imagens devem ir para grupos de whatsaap para que as facções criminosas rivais tenham medo das ações que eles cometeram”, completou.

    Batista destacou que os criminosas achavam que tinham matado a vítima, por isso saíram do local com o jovem ainda com vida.

    “Ele relatou para gente que ouviu o momento que os criminosos falaram – agora acabou, vamos embora- , então eles acreditavam que ele estava morto, mas graças a Deus esse menor não veio a óbito e está se recuperando”, destacou.

    banner sicredi

    banner gazin 300

    © Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

    Image
    Image
    Image

    PUBLICIDADE

    Image