logo_oficial.png

Polícia

Após três meses, exame de DNA comprova que corpo encontrado no Rio Juruá era de comerciante

Após três meses, a família de Raimundo Cabral Mendes recebeu na última segunda-feira (16) o exame de DNA que comprova que a ossada encontrada no dia 13 de dezembro no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC) é do comerciante, que teria desaparecido no dia 28 de novembro. O exame constatou 100% de positividade.

Na época, os familiares que residem em Rio Branco, vieram em Cruzeiro do Sul para fazer a identificação do corpo, e confirmaram que tratava-se do comerciante, devido as botas encontradas no pé do cadáver, além de duas meias em um único pé, o que era costume da vítima, mas foi necessa´rio o exame de DNA para obter a confirmação e liberação da ossada.  Cabral morava sozinho e teria sido visto pela última vez com grande quantidade em dinheiro para comprar mercadorias.

Na época a sobrinha da vítima, Artemiza, afirmou que um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Cruzeiro do Sul sobre o sumiço de Mendes e também a respeito de roubos na casa e no comércio dele. Segundo ela, os parentes acreditam que ele foi vítima de latrocínio.

Nas redes sociais, o sobrinho Joel Mendes confirmou que o exame apontou como positivo.  “Agora esperamos que seja feita justiça, e que as pessoas que fizeram isso com meu tio possam pagar seus erros”, enfatizou.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image