logo_oficial.png

Polícia

PM diz que mesmo com ação legítima, inquérito deve investigar policiais que reagiram a assaltos

O Comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, Major Evandro Bezerra,  informou durante coletiva à imprensa, realizada na manhã desta terça-feira (10), que será instaurado um inquérito policial para investigar a ação dos policiais que reagiram aos assaltos, registrados no Centro de Cruzeiro do Sul e na Vila Assis Brasil, sendo esse um processo legal necessário que, mesmo que a ação dos policiais seja considerada legítima, proporcional e necessária.

“Todo procedimento e processo legal foi instaurado, foi encaminhado a corregedoria da Polícia Militar, que vai fazer o procedimento correto que é o inquérito policial militar. Nas duas ações os policiais mesmo estando em folga, agem dentro da legalidade, da proporcionalidade e da necessidade. Foram diferentes os fatos, mas graças a Deus os policiais estão vivos por terem esse treinamento e a consciência de que devem agir mesmo não estando de serviço”, enfatizou o comandante Major Evandro Bezerra.

O comandante relatou que o assalto que aconteceu na Vila Assis Brasil foi cometido por uma dupla, sendo que um conseguiu fugir no momento da ação, mas foi capturado momentos depois.

“Houve uma tentativa de roubo a um comércio, no local existia um policial que estava no comercio de um parente, e a ameaça foi direta a ele, que reagiu de forma eficaz em ato contínuo de se proteger, no instinto de sobrevivência, sendo mais rápido que o criminoso, que conseguiu atingi-lo e neutralizá-lo. O outro que fazia parte da equipe dos criminosos fugiu, mas foi capturado logo em seguida pela Polícia Militar”, enfatizou

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image