#

Polícia

Celulares são arremessados em garrafa pet para dentro de presídio no interior do AC e são apreendidos

Quatro celulares que seriam entregues a reeducandos do presídio Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, no interior do Acre, foram apreendidos por policiais penais, nesta segunda-feira (10).

Os aparelhos estavam envolvidos em fita isolante dentro da uma garrafa pet que foi lacrada com fita adesiva e estava amarrada em um carretel de linha de náilon que seria utilizada para que os objetos fossem puxados para uma das celas do presídio.

O diretor do presídio, Denis Araújo, informou ao G1 que os detentos não chegaram a pegar os aparelhos, e, por isso, não houve nenhuma punição, mas que um procedimento administrativo foi instaurado para apurar o destino dos celulares.

"Acredito que tenham arremessado durante a troca de serviço e jogaram pela muralha dentro da garrafa pet", disse o diretor sobre a forma como os objetos foram lançados para o lado interno dos muros da unidade.

Araújo disse que esse tipo de ação é corriqueira, já que o presídio é dentro da cidade.

"Como o presídio é dentro da cidade, isso acontece mesmo. Já jogaram dentro de bola, de sapato. Eles usam a criatividade e já mandaram várias coisas, até dinheiro. Mas, graças a Deus, a gente consegue impedir", conclui.

 

Além dos celulares foram apreendidos baterias e carregadores.

 

banner sicredi

 

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image