natal_final.png

Economia

Igrejas voltam a fechar em Cruzeiro do Sul, comércio fica restrito e há risco de Natal no “vermelho”

A secretária de Saúde Cruzeiro do Sul, Janaína Negreiros, comunicou na noite dessa terça-feira, 17, à representantes de igrejas, academias e outros segmentos do comércio , que a partir de quinta-feira, 19, as regras da bandeira laranja do Comitê Estadual Acre sem Covid voltam a valer no município por causa do aumento de casos de coronavírus.

Serão fechados academias, bares, restaurantes e o comércio só poderá operar com 30 de capacidade de ocupação. As igrejas voltam a fechar. “Queremos evitar o risco de ter um Natal vermelho com tudo fechado”, destacou afirmando que o objetivo é sair da classificação laranja e voltar para o amarelo.

“Para isso é necessário que a população volte a manter distanciamento, o uso de máscaras porque as internações e procura pelas unidades de saúde por causa da Covid-19 voltaram a subir”.

Nessa terça, havia 17 pacientes com Covid-19 no Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul.

O pastor Joaquim Barbosa, da Igreja Presbiteriana e o empresário do ramo de academia, Marinilson Cavalcante, se manifestaram contra o fechamento.

O vice-presidente da Associação Comercial do Alto Juruá, Assem Cameli, apela para que o Comitê reveja a posição e espere mais uma semana para determinar as restrições. “Acabamos de sair de uma eleição com muita aglomeração. Então daqui a uma semana o cenário será outro. O comércio segue as regras sanitárias e não causa aglomeração. Agora, com o Natal se aproximando, precisamos que o comércio reaja e não que seja fechado”, argumentou Assem.

Via: AC24HORAS.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image