logo_oficial.png

Cotidiano

TCE realiza 1º Ciclo de debate em Cruzeiro do Sul

O 1º ciclo de debate do Tribunal de Contas do Estado (TCE) acontece nesta terça-feira (29), em Cruzeiro do Sul, no auditório do SENAC. A expectativa é capacitar os gestores e técnicos das Câmaras Municipais e das Prefeituras de Cruzeiro do Sul, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Feijó, Jordão e Tarauacá. Durante todo o dia, serão realizadas palestras  sobre gestão pública  e Lei de Responsabilidade Fiscal entre outros assuntos relacionados ao gasto do dinheiro público.

“A legislação hoje é um pouco mais amarrada do que antes, e prevê algumas multas pra alguns desiquilíbrios fiscais, na lei de despesa de pessoal, além daquelas de acesso a informação como transferência de dados nas licitações, nos contratos, na atualização dos relatórios de gestão, tudo isso para dar uma maior transparência e que o controle chega a tempo de não fazer os gestores errarem”, destacou o conselheiro do TCE, Antônio Malheiro.

O prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro que já foi multado pelo menos três vezes pelo TCE, por gastos excessivos na folha de pagamento, hoje conseguiu reduzir estes gastos e diz que a vinda do TCE  aos municípios do interior é de suma importância.

“Fiz questão de trazer toda nossa equipe de linha de frente que cuida da contabilidade, dos convênios, que cuida das finanças do município. Com a vinda desse evento aqui para Cruzeiro economizamos, pois não será necessário mandar os servidores para o treinamento fora. A equipe veio aqui, tira todas as dúvidas. Recebi multas porque recebi o município com o índice muito alto, mas conseguimos baixar e hoje estamos abaixo de 50%”, contou o prefeito.

Isaac Pianko, prefeito do município de Marechal Thaumaturgo, reclama das dificuldades que o município enfrenta para gerenciar os recursos públicos, pois segundo o prefeito, o município trabalha com um senso desatualizado ainda de 2010.

“É de extrema importância, pois passamos por um momento muito difícil, e nos orientamos junto ao Tribunal. É preciso ter um consenso, pelo menos um prazo maior para que possamos ter um prazo maior para adequar nossas contas e nosso limite com pessoal”, falou o prefeito.

O ciclo de debate é uma forma de atualizar as prestações de contas das prefeitura de câmaras municipais. José Gomes é presidente da câmara de vereadores de Tarauacá. Segundo ele, o legislativo tem buscado organizar as contas que são feitas com o dinheiro público na câmara de vereadores.

“Os presidentes de câmaras são desassistidos. Muitas vezes me desloco até Rio Branco para ter uma orientação do tribunal, então é necessário montar uma associação de presidentes de câmaras do estado do Acre, para que tenhamos uma melhor orientação”, completou.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image