Image
Image
Image
Image
Image


    #

    Cotidiano

    Napi certifica mais de 450 pessoas em cursos de inclusão

    O Núcleo de Apoio Pedagógico à Inclusão (Napi), de Cruzeiro do Sul, certificou na manhã desta terça-feira (10) mais de 450 pessoas em diferentes cursos de inclusão, ofertados pela instituição no decorrer do 1º semestre. Entre as principais formações estão: deficiência visual, altas habilidades, assistente educacional, professor mediador, matemática para cegos e leitor e transcritor.

    “Temos sido procurados com muita frequência, mesmo com toda oferta ainda não conseguimos atingir toda demanda dos que nos procuram. A inclusão é crescente, e a cada dia aumentam mais as políticas públicas para melhorar”, enfatizou a professora Elisângela Lima.

    Alen Jorge é pai de uma criança autista e já participou de inúmeras capacitações no Napi, o que segundo ele tem ajudado bastante, oferecendo tanto conhecimentos para educação do filho, como interação de seus direitos como cidadão.

    “Tenho um filho autista, e precisava ter mais conhecimento. Já fiz o curso de autismo, mediador, altas habilidades, de libras o básico e o intermediário, estou indo para o de intérprete”, destacou.

    A psicóloga do órgão, Cíntia Sampaio, explicou que o trabalho psicológico em parceria com o Napi não é apenas na descoberta do diagnóstico, mas também na intervenção, principalmente na parte clínica.
    “Trabalhamos junto aos professores como lidar com esse aluno, ter empatia, tolerância, paciência e trabalhamos principalmente com as famílias. Ficamos muito felizes com a formação desses professores hoje aqui”, enfatizou a psicóloga.

    Segundo a coordenadora do Napi, Hebe Cameli, a instituição começou suas ações em Cruzeiro do Sul em 2008, com atendimentos educacionais especializados, voltado para 37 alunos. Hoje são mais de 1000 estudantes incluídos nas escolas.

    “Iniciamos os trabalhos em 2008, com atendimento educacional especializado nas escolas, e desde então o Napi orienta as escolas, dando um suporte pedagógico, e também com formações oferecidas a comunidade, a família, aos professores e para o público em geral”, finalizou a coordenadora do Napi, Hebe Cameli.

    banner sicredi

    banner gazin 300

    © Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

    Image
    Image
    Image

    PUBLICIDADE

    Image