Juruá Online

RITA ANDRADE

A luta é TODO dia

Todos os anos, os nossos meses erguem cores diferentes para nos fazer refletir e melhorar nossas consciências sobre várias campanhas. Com isso, é lógico que o mês de setembro não se difere dos demais. Ele se divide entre as cores amarela e verde. No entanto, uma se conecta com a prevenção ao suicídio e a outra, se responsabiliza para dar mais visibilidade à inclusão das pessoas com deficiência e, consequentemente, também deixa os olhos da sociedade voltados para o dia da nossa luta – a pauta de agora.

 

De certa maneira, hoje, 21 de setembro, Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência é uma data onde buscamos mais fôlego para continuarmos lutando, porque a luta é dificultosa e é TODO dia!

 

E, por que lutamos?

 

Acho que resumindo tudo o que somos e queremos posso dizer que, lutamos TODOS os dias para viver a cidadania plena e em todos os sentidos. Porque, por mais que as coisas e as pessoas tenham evoluído ainda vivenciamos na pele as duras realidades para que, de fato a nossa integração no meio social obtenha sucesso. Contudo, acredito que a consciência humana seja a principal culpada por nossas durezas diárias. Já que, ainda sofremos com os olhares preconceituosos. Ainda sofremos com muitos lugares inacessíveis. Ainda sofremos com o desrespeito, principalmente!

 

Mas eu também creio que se as pessoas melhorarem, mudarem suas consciências elas podem nos ajudar a sanar essa “reca” de sofrimentos. Portanto, o que queremos pedir a todos é que não se lembrem do nosso dia apenas de ano em ano. Queremos que todos os dias pensem na gente e no que você pode criar e fazer para nos garantir a plena condição de cidadãos. Porque, TODOS os dias é 21 de setembro.

 

Ritinha Andrade

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA