Juruá Online

Previous Next

Gestores do Deracre realizam inspeção nos aeroportos do interior

De acordo com Sócrates Guimarães, a visita teve um caráter administrativo. “Em Feijó e Tarauacá os problemas são a cerca e a pista, mas o governo já tomou a deliberação em contratar uma empresa para dar início à manutenção”.

Os aeródromos de Marechal Thaumartugo e Porto Walter estão desativados e não podem receber voos, ainda, a não ser para resgate de doentes, em casos de emergência. Mas para estes casos, segundo o gestor, o governador Gladson Cameli ordenou a disponibilidade do helicóptero Harpia, que deve ficar baseado em Cruzeiro do Sul.

Em relação a Porto Walter e Marechal Thamartugo serão tomadas as mesmas medidas, como o cercamento de toda a área do aeroporto, novo recapeamento e sinalização conforme as normas exigidas.

“Os aeroportos de Jordão e Santa Rosa estão na mesma situação e, para realizar as obras, será contratada uma firma para executar os serviços, cercar e em seguida restaurar o recapeamento da pista”, explica Guimarães.

O diretor de Portos e Aeroportos afirmou, ainda, que o último ato da missão ocorreu em Cruzeiro do Sul, de onde foi liberado todo o insumo para Porto Walter e Jordão.

Todas essas medidas estão sendo adotadas para que os aeroportos do estado obedeçam aos padrões exigidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA