#

Acre

Estado e cooperativas de Cruzeiro do Sul discutem problemas e soluções na área de gestão e crédito

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict) e a Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa), se reuniu na manhã desta quarta-feira, 29, com diversos representantes de cooperativas de Cruzeiro do Sul para discutir problemas e, juntos, encontrar soluções principalmente na área de gestão e crédito.

O encontro também contou com a presença dos representantes da Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado do Acre (OCB/AC), que tem realizado uma parceria junto ao governo para encontrar novos modelos de atuação entre as cooperativas que estejam interessadas em reformular e modernizar seus processos de trabalho.

Segundo o secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu, estes encontros são uma maneira de mostrar ao líderes de cooperativas que o Governo do Estado está disposto a realizar um trabalho conjunto de assistência, com apoio técnico, jurídico e de consultoria.

“A ideia é conversar com essas pessoas, entender as demandas, os pleitos deles e trazer a oportunidade das cooperativas de crédito para que o empreendedor consiga desenvolver, gerar emprego, a partir dessa oportunidade de recursos financeiros. É necessária a qualificação e, trabalhando juntos, com certeza vamos alcançar um resultado maior para todos”, conta Abreu.

Todos envolvidos

O presidente da OCB/AC, Valdomiro Rocha, lembrou que este é o segundo encontro com cooperativas de Cruzeiro do Sul, num processo que busca principalmente a regularização legal para o acesso a políticas públicas e mudanças de foco na disponibilidade de recursos para desenvolvimento de projetos fora da arrecadação estadual, como as cooperativas de crédito.

“Temos uma série de programas que chamamos de Profissionalização da Gestão das Cooperativas, para que elas cuidem da regularização contábil, de documentos, estatutos e melhorar a maneira que elas são geridas. Mas antes de tudo estamos ouvindo as demandas do setor cooperativista daqui”, destaca Rocha.

Com cooperativas tanto urbanas quanto rurais presente, durante o encontro foi utilizado o modelo focal, de deixar os participantes falarem e serem bem ouvidos para conseguir direcionar soluções de questionamentos.

Entre os presentes se encontra o senhor José de Souza, aposentado pela Emater, produtor rural e fundador de uma cooperativa com 196 produtores de atividades mistas, ele reforça a necessidade de uma união urgente entre produtores, governo e iniciativa privada pelo sucesso do setor produtivo.

“Temos que sair dessa miséria de sermos meros consumidores de produtos que vêm de fora e realmente exercer nossa função e produzir, mas tendo condições para isso. O governo tem que se voltar para estimular essa produção. Temos recursos naturais abundantes, gente querendo trabalhar e necessidade de capital, que podemos conseguir através das cooperativas de crédito”, conta.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image