logo_oficial.png

Acre

Com preço médio de até R$ 477, emplacamento no modelo Mercosul inicia no Acre

As placas padrão Mercosul começaram a ser implantadas no Acre a partir desta segunda-feira (20). Para obter o novo emplacamento, o motorista de carro vai precisar desembolsar até R$ 477 para ter o serviço pelo Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran-AC) e pelas estampadoras.

É que houve um aumento no valor pago às estampadoras, responsáveis por colocar as placas, segundo a presidência do Detran-AC. Anteriormente, o motorista pagava R$ 190 pela placa cinza do carro, mas, vai ter que desembolsar entre R$ 250 a R$ 270 para ter a placa do Mercosul.

Além desse valor, é necessário ainda pagar para o Detran-AC a taxa de emplacamento no valor de R$ 153,40 e a vistoria que custa R$ 54,47. O diretor-presidente do órgão, Luiz Fernando Duarte, disse que agora o motorista não precisa pagar pelo lacre da placa, que custava R$ 37.

"O cliente paga para o Detran a taxa de emplacamento e a vistoria, mas o valor da estampadora é uma negociação entre o cliente e a empresa, que fica entre R$ 250 a R$ 270. Não vai ser mais cobrado o lacre porque para colocar a placa do Mercosul não precisa de lacre", explicou.

Motos
Para motos, houve aumento também apenas para as placas, que fica entre R$ 140 a R$ 150. Antes, era cobrado uma média de R$ 89 pela placa cinza. O motociclista precisa pagar também a vistoria e a placa de emplacamento da moto para o Detran.

Agora para quem decidir ter a placa do Mercosul, mesmo sem obrigação, os valores são outros. O solicitante paga uma taxa de R$54,47 pela abertura do serviço. Tem ainda o pagamento pela segunda via do Certificado de Registro de Veículos (CRV), que custa R$108,14, e o valor da placa estipulado pelo estampadores.

Para os procedimentos, são necessários documentos originais com foto e cópias, nota fiscal dos veículos, CRV e a vistoria do veículo, feita na Unidade de Vistoria do Detran em Rio Branco e nos municípios o procedimento é feito nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans).

Placa Mercosul
O novo sistema de identificação de veículos é obrigatório para o primeiro emplacamento e também para quem tiver a placa antiga e mudou de município ou o veículo de propriedade. O motorista que já tiver seu carro ou moto também pode trocar a placa, mas também deve pagar pelo serviço.

Com constantes idas e vindas, as placas do Mercosul deveriam começar a ser utilizadas em todo o Brasil até o final de dezembro de 2018, com prazos diferentes para cada estado, sendo que no Acre seria até o dia 24 de dezembro do ano passado.

O novo padrão tem 4 letras e 3 números, diferente do modelo usado até então, com 3 letras e 4 números.

Outra diferença é que a cor do fundo das placas será sempre branca. O que varia é a cor da fonte. Para veículos de passeio, cor preta, para veículos comerciais, vermelha, carros oficiais, azul, em teste, verde, diplomáticos, dourado, e de colecionadores, prateado.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image